Em premiação de artistas, Temer conta que desistiu de ser pianista, jornalista e escritor

uma plateia formada por convidados e artistas que receberam nesta terça-feira (19) a Ordem do Mérito Cultural, o presidente Michel Temer afirmou, em cerimônia no Palácio do Planalto, que, na infância e na juventude, pensou em ser pianista, jornalista e escritor, mas desistiu.

“Vou contar um pouco dos meus desejos: desde muito criança, eu queria ingressar na área cultural e tentei em vários momentos”, relatou o presidente.

Temer contou, por exemplo, que aos 9 anos de idade assistiu ao filme “À Noite Sonhamos”, drama musical de 1945, e, após ver o filme, ficou “impressionadíssimo” e com vontade de aprender a tocar piano.

Mas, como onde morava, no interior de São Paulo, não havia escola que ensinasse as crianças a tocar o instrumento, insistiu com o pai, que acabou o matriculando em um curso de datilografia.